“Erotismo e Literatura” – oficina de textos eróticos

com Oswaldo Martins

“Erotismo e Literatura” - oficina de textos eróticos. A poesia erótica esteve presente desde os gregos até os dias de hoje, porém toda a literatura erótica tem sido muito mal lida, já que seu objeto não é o erótico como princípio em si, mas a necessidade de interferir nas considerações do mundo.

O texto erótico que se fixa na qualidade da trepada e a incentiva, que se cola nos hábitos das civilizações humanas, se desautoriza como texto, como reflexão sobre o estar no mundo. É apenas reflexo animal do existir.

Para o professor Oswaldo Martins, a poesia erótica, na contemporaneidade, é necessariamente um falar sobre o mundo que escolhe a energia, a vitalidade, como participação política – no seu sentido mais amplo – como ponto de intersecção do poético com a vida.

Na oficina de textos eróticos “Erotismo e Literatura”, em quatro encontros, o professor Oswaldo Martins apresentará a diferença entre o erótico e o pornográfico na literatura, a poética de Pietro Aretino (chamado inventor da poesia pornográfica, no século XVI), o erótico deslocado de seu sentido e erotismo e fetiche. A cada encontro, serão propostas atividades de escrita.

Datas: 31/7; 4, 21 e 28/8/24 (quartas-feiras)
Horário: Das 16h às 18h
Valor: 3x R$120,00 (no cartão de crédito)

Carga horária: 8 horas

+

Sobre o curso

Programa:

Em atualização.

Bibliografia:

Em atualização.

Professor(a)

Oswaldo Martins

Oswaldo Martins é escritor, professor de literatura e língua portuguesa e editor da Editora TextoTerritório. Tem editado 11 livros, entre os quais Manto, sobre a obra de Arthur Bispo do Rosário, Língua nua, com desenhos de Elvira Vigna, Paixão, a partir de imagens de Roberto Vieira da Cruz e Lapa, com fotografias de Alexandre Faria e Wanderleya Santiago. Organiza com a poeta Dora Ribeiro, "O dia Machado de Assis", no café onde era a casa em que o escritor morou, no Cosme Velho, Rio de Janeiro.

Facebook IEL Instagram IEL Youtube IEL